Antropologia da Dança I <br><font color="red"><RED>INDISPONÍVEL</RED></font> <p>, Editora Insular

R$48,00

Antropologia da Dança I
INDISPONÍVEL


[16 x 23cm]

Antropologia da Dança I <br><font color=\"red\"><RED>INDISPONÍVEL</RED></font> <p>
No momento não temos disponível o livro Antropologia da Dança I.
Envie mensagem para editora@insular.com.br e peça para reservar seu exemplar.

Em breve disponível para venda na loja virtual.

Organizadora: Giselle Guilhon Antunes Camargo
Tradutores: Giselle Guilhon Antunes Camargo, Leonardo Pires Rosse e Maria Acselrad

ISBN: 978-85-7474-698-2
Páginas: 192 il.
Peso: 440g
Ano: 2013

Até as últimas décadas do século vinte, os estudos antropológicos em dança estiveram, em sua maioria, restritos às danças referidas como “outras” em relação às danças teatrais europeias e norte-americanas. A etnografia era a abordagem preferida para estudos em dança que demonstrassem interesse acadêmico por gêneros que fossem rotulados como primitivo, folk, tribal, social, popular, nativo ou, simplesmente, não europeu-americano. O desafio da Antropologia da Dança no século vinte e um não é apenas o de empregar o método etnográfico para investigar a dança, mas também o de apontar uma nova linha de investigação capaz de revelar como e porque a dança pode funcionar como ação social discursiva e afetiva de uma ordem humana particular. A chave para a abordagem antropológica da dança é a busca pela compreensão e pela comunicação do “êmico”, ou seja, a perspectiva dos participantes. A perspectiva êmica pode mudar com o tempo, assim como variar de pessoa para pessoa e é esse conhecimento que os etnógrafos contemporâneos da dança revelam aos seus leitores.

“A dança pode ser definida mais propriamente como um comportamento humano, composto, do ponto de vista do dançarino, de sequências voluntárias, que são intencionalmente rítmicas e culturalmente estruturadas.” Judith Hanna

“A dança é uma forma cultural engendrada pelos processos criativos de movimentação dos corpos humanos no tempo e no espaço. A forma cultural produzida, apesar de seu caráter efêmero, possui um conteúdo organizado. Manifestação visual das relações sociais, ela poderia ser o objeto de estudo de um sistema estético elaborado, relevante certamente para o campo dos antropólogos.”Adrienne Kaeppler

“O que é de especial interesse para os antropólogos é a possibilidade de que a dança seja um tipo especial de atividade social que não pode ser reduzida a nenhuma outra categoria, e que a invocação de seus símbolos pode comunicar e gerar certos tipos de experiências que não podem ser vivenciadas de nenhuma outra forma.” John Blacking

“Os conceitos relativos à dança variam consideravelmente segundo as culturas e as línguas do mundo. Algumas línguas não possuem termo genérico para essas atividades que chamamos de dança, mas denominações específicas para cada tipo de dança. E se termos genéricos existem, eles não cobrem necessariamente, ou mesmo raramente, o mesmo campo semântico que o verificado na Europa contemporânea.” Hugo Zemp

Giselle Guilhon Antunes Camargo é professora e pesquisadora na Universidade Federal do Pará (UFPA), atuando nos Cursos de Graduação em Dança, em Teatro e em Música, na Especialização em Estudos Contemporâneos do Corpo e no Programa de Pós-Graduação em Artes (PPGArtes). Ministrou, entre 2008 e 2013, as disciplinas Dança, Cultura e Sociedade I e II, Antropologia da Dança, Antropologia do Teatro, Corpo em Cena, Corpo e Performance, Etnocenologia e Pesquisa e Procedimentos Metodológicos em Artes. Orienta pesquisas de graduação e pós-graduação, voltadas para o estudo das formas expressivas —gêneros e estilos de dança, performance, ritual, etc. —, com ênfase nas correntes teóricas provenientes da Antropologia da Dança, da Antropologia Teatral, dos Estudos da Performance, da Etnocenologia e da Etnologia Ritual. Coordena o Grupo e Projeto de Pesquisa CIRANDA (Círculo Antropológico da Dança). É autora dos livros Sama: etnografia de uma dança sufi (2002) e Mukabele: ritual dervixe (2010) e Antropologia da Dança II (2015).

Obras da autora publicadas pela Editora Insular:

Mukabele: Ritual Dervixe (2010)


Antropologia da Dança II (2015)


Antropologia da Dança III (2015)


Antropologia da Dança IV(2018)


Comentários

Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (7)
América Latina (48)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (27)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (69)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (76)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (2)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (6)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (4)
Comunicação / Jornalismo (176)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (29)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (67)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (93)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (16)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (144)
Humor (3)
Infantojuvenil (11)
Jornalismo (9)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (35)
Literatura (120)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (60)
Política (47)
Psicologia (11)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (12)
Religiosidades (15)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (10)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Jovens Pesquisadores (1)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (37)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro