o artista sanitário, Editora Insular

R$36,00

o artista sanitário
[14X21cm]

o artista sanitário
Autor: Carlos Ríos

Tradução de Antonio Carlos Santos
ISBN: 978-85-7474-954-9
48 páginas
Peso: 45g
Ano 2016

A matança de porcos, um tema caro à pintura holandesa dos séculos XVI e XVII, dá início à vida artística desse pintor, o artista sanitário, que de Oslo, Noruega, se translada ao México dos muralistas. Com essa novelita, Carlos Ríos nos põe direto em contato com temas tão inquietantes como a ingestão de carne humana e o abate de animais, tema fundante da literatura argentina (basta lembrar O matadouro, de Esteban Echeverría) que gera toda uma série de perguntas éticas e biopolíticas. Entre a prosa e a poesia, o texto de Ríos recupera para a literatura seu caráter encantatório e o prazer da narrativa.

Carlos Ríos nasceu em Santa Teresita, província de Buenos Aires, Argentina, em 1967. Poeta e escritor, coordena desde 2011 oficinas literárias em prisões. Publicou poemas Media Romana (2001), La salud de W.R. (2005), La recepción de una forma (2006), Nosotros no (2011), Perder la cabeza (2013) e Excursión a Farandulí (2014); e narrativas Manigua (2009), A la sombra de Chaki Chan (2011), Cuaderno de Pripyat (2012), Cielo ácido (2014), Lisiana, Cuaderno de campo e En saco roto (2014). Manigua foi publicado também na Espanha e no Brasil, Cuaderno de Pripyat, na França, e Recepción de una forma, no México, onde o autor morou de 2002 a 2009.

Página 9
Vestlandet, Sogn og Fjordane.

Matança de noventa e dois porcos na granja familiar.

Embora pareça que foi ontem, aconteceu há mais de vinte anos. Como aquele dia, o vapor de sangue pode ser sentido no ar que assedia com suas lufadas o edifício ministerial de Oslo a Refratária.

Nessa construção monumental há uma habitação, a sua, e na mesa de luz repousa um copo e o porta-comprimidos prateado em cuja superfície pode ser lido o nome de sua mãe.

Está a mão direita que vai em direção à caixa como a extensão de um arbusto horizontal. E em um ademã que cresce até duplicar-se, é a mão transparente de um santo a que leva o comprimido azul a sua boca.

Se conhecesse os elevadores de Paris poderia dizer que essa é a sensação de descida no esôfago quando o comprimido viaja ao centro de seu corpo.

O artista sanitário fecha os olhos. Conta até sessenta quatro vezes. Na quinta se perde antes de chegar ao número quarenta. É sempre assim. Então a pintura retorna, como uma aparição.

Guarda-a em seus órgãos visuais como a besta dobra em seu estômago o animal que segundos antes flutuava com inocência no ar encarnado de Oslo a Refratária. (...)

Comentários
Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (7)
América Latina (47)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (27)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (69)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (78)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (3)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (7)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (5)
Comunicação / Jornalismo (182)
Contestado (12)
Contos (25)
Crônica (29)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (68)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (94)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (22)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (145)
Humor (3)
Infantojuvenil (12)
Jornalismo (12)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (35)
Literatura (121)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (63)
Política (48)
Psicologia (12)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (12)
Religiosidades (15)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (11)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (6)
Série Jovens Pesquisadores (1)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Palavra de Mulher (2)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (38)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (5)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Ria por favor
Ria por favor
R$45,00
R$30,00
Compartilhar o livro