Cartas do Demônio, Editora Insular

R$38,00

Cartas do Demônio
[14x21cm]

Cartas do Demônio
Autor: Ernani Vilela

ISBN: 978-85-524-0077-6
Páginas: 144
Peso: 216g
Ano: 2018

“Daqui a um tempo imprevisível vocês admitirão sua desconfortável sina; assumirão radicalmente a interferência no planeta. E sempre evoluirão mastigando a maçã ofertada pela serpente ou acendendo interminavelmente o fogo revelado. Como tenho repetido, a dialética comanda o mundo. Intercalam-se maldade e bondade, doença e saúde, tristeza e alegria, dor e prazer, falsidade e sinceridade, fealdade e beleza. Basta!
Sim, meu caro, este seu planeta poderia ser bem menos conflitado. Mas com meu tridente não hesito; sou aquele cuja essência repousa nos insensíveis braços da maldade. E assim prossigo cutucando todos os cérebros, todos os corações, todos os fígados.”

Cartas do Demônio é um forte e instigante drama estruturado em psicografias misteriosas produzidas por processos psicanalíticos ou por tridentes satânicos. Esta uma grande questão nestes textos, pois é quase uma unanimidade admitir que onde há fumaça, há fogo. Quanto ao pano de fundo, trata-se da invejada trajetória de Lídia, bela e sensual artista plástica que obteve um incrível sucesso causado pelo seu envolvimento com um poderoso corruptor, o qual pressiona dirigentes políticos a disponibilizar à sua amante os mais importantes espaços culturais de São Paulo, além de remunerar a publicação de críticas elogiosas. São vários aqueles patamares de Pascal em que a realidade extravasa as possibilidades da razão, patamares materialistas e ambiciosos, porém sedutores e poéticos entremeados em conturbados, instáveis e incômodos conflitos subliminares, sempre presentes nas relações entre as pessoas sensíveis e as forças ocultas.
Fluente e intrigante, este é mais um livro que temos a satisfação de recomendar a nossos diletos leitores.
Nelson Rolim de Moura

Ernani Vilela é escritor e arquiteto. Pela Editora Insular publicou Sob o fascínio do pôquer (2006, 2013 – 2ª ed.), Reflexos de Niemeyer (2007), Degraus em Escadas Intermináveis (2017) e Angústia no Jardim Europa (2018).

Comentários
Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (7)
América Latina (48)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (27)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (70)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (77)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (3)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (7)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (5)
Comunicação / Jornalismo (180)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (29)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (68)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (93)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (16)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (145)
Humor (3)
Infantojuvenil (11)
Jornalismo (12)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (35)
Literatura (121)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (60)
Política (48)
Psicologia (11)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (12)
Religiosidades (16)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (11)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Jovens Pesquisadores (1)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (38)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro