Ambiente e sociedade em contexto lusófono, Editora Insular

R$89,00

Ambiente e sociedade em contexto lusófono
[15x21cm]

Ambiente e sociedade em contexto lusófono
Coleção Debate Social – Volume 4

Organizadores: Augusto Cesar Salomão Mozine, Teresa da Silva Rosa e Tiago Miguel D’Ávila Martins Feitas

ISBN: 978-85-524-0048-6
Páginas: 522 il.
Peso: 615g
Ano: 2018

Este livro pretende, promover a emancipação e dar visibilidade à pesquisa lusófona e contribuir para a “descolonização” dos estudos de ambiente e sociedade. Ao apresentar uma variada seleção de relatos críticos – baseados em abordagens e prioridades locais – este livro apresenta uma alternativa aos estudos anglo-americanos que, muitas vezes, ignoram ou minimizam a importância de “outras” línguas, epistemologias e práticas acadêmicas. Neste sentido, buscamos divulgar os diversos precursores lusófonos e revelar a sua contribuição para os estudos de ambiente e sociedade globais em perspectiva crítica e, em particular, para a ecologia política.
Nesse contexto, pode-se pensar em uma “afinidade elástica” entre as produções acadêmicas dos países lusófonos, resultante de um passado colonial, língua e cultura comuns, o que torna a produção sobre ambiente e sociedade singular no contexto global dos estudos ambiente-sociedade. A colonialidade física e seus resultados que ainda se fazem sentir na atualidade – a desigualdade no acesso à terra, a destruição ambiental, a marginalização de comunidades etc. – é talvez a comunalidade mais óbvia e de fácil abordagem no que concerne a questão ambiente-sociedade nos países lusófonos. Uma herança colonial comum, certamente, mas com resultados díspares dependendo dos contextos. Esta diversidade de questões socioambientais é uma riqueza no contexto acadêmico global que este livro pretende divulgar.
Para além das questões materiais mais óbvias, também se pode pensar em aspetos culturais relativos às relações ambiente-sociedade, incluindo percepções sobre modernidade, desenvolvimento ou até as reações ao ambientalismo que se tornou mainstream a partir da última metade do século 20. Esta “identidade continuada” seria assim uma suscetibilidade para uma certa proximidade, movida por um passado comum. Por exemplo, e como Oswald de Andrade postulou, só a antropofagia pode unir os Brasileiros – no sentido em que os conflitos e encontros do passado – na maioria das vezes violentos e traumatizantes – para o bem e para o mal deixaram as suas marcas, unindo as pessoas do presente. Talvez o racismo, o etnocentrismo e o preconceito classista existentes nos vários países lusófonos são um reflexo disso mesmo: a lusotopia tal como Pina Cabral frisa é um território tanto de encontro como de conflito e medo. E o autor continua: “no contexto atual globalizado, a condição lusotópica nem é ocidental nem deixa de o ser – os seus sujeitos situam-se numa condição intermédia, mediadora, perante a história da ocidentalidade”.
Essa condição lusófona revela uma dupla colonialidade . Desde o século XVIII que os sujeitos lusófonos vivem numa condição estranhamente dupla: apesar de fazerem parte de uma nação imperial, a sua posição no mundo global é a de subalternos, em termos políticos, econômicos e culturais . Esta condição moldaria então as relações ambiente-sociedade em dois níveis principais: nas reações contra o ambientalismo global e globalizante imposto pelo exterior – seja a União Europeia no caso de Portugal ou as instituições financeiras globais no caso de Moçambique; e no uso instrumental desse mesmo ambientalismo – talvez de encontro ao conceito de subversão subalterna desenvolvido por Scott em Weapons of the Weak . O paradigma do “para inglês ver” seria talvez o exemplo mais óbvio desta relação por vezes dúbia com o ambiente.
Seguindo o raciocínio desta dupla colonialidade que molda as relações ambiente-sociedade, o conceito de sociologia das ausências de Boaventura Sousa Santos revela-se empoderador, já que sublinha a necessidade de abraçar sem complexos as nossas especificidades e a nossa riqueza sem necessariamente nos inferiorizarmos aos modelos ocidentais – de desenvolvimento, de modernidade, de relações com o ambiente. Por outro lado, a multiplicidade de outros conhecimentos e epistemologias dos povos tradicionais nos vários países lusófonos apresenta um contraponto à visão homogeneizante da modernização ocidental e do ambientalismo neoliberal mainstream. Este livro pretende também ser um primeiro passo para o desenvolvimento de uma agenda em que “outros” acadêmicos e conhecimento sejam verdadeiramente reconhecidos.

Comentários
Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (8)
América Latina (48)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (27)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (69)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (77)
   (2)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (3)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (6)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (4)
Comunicação / Jornalismo (172)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (28)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (67)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (93)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (16)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (144)
Humor (3)
Infantojuvenil (11)
Jornalismo (7)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (35)
Literatura (119)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (59)
Política (47)
Psicologia (11)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (12)
Religiosidades (15)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (10)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (36)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro