Antonio Nóbrega em paisagens (pós) armoriais: semeando, fertilizando e florescendo, Editora Insular

R$64,00

Antonio Nóbrega em paisagens (pós) armoriais: semeando, fertilizando e florescendo
[15x21cm]

Antonio Nóbrega em paisagens (pós) armoriais: semeando, fertilizando e florescendo
Autor: Luís Adriano M. Costa

ISBN: 978-85-524-0127-8
Páginas: 244 il.
Peso: 316g
Ano: 2019

“Luís Adriano Mendes Costa está presenteando o público com um notável estudo sobre o Movimento Armorial do Nordeste. Tanto a qualidade e extensão do material tratado aqui como o tratamento habilidoso das múltiplas linguagens nele entranhadas conquistarão os leitores. Não há como não ficar admirado diante das revelações de Luís Adriano acerca do Movimento Armorial, o florão da cultura nordestina. Costumamos atrelar o armorial ao nome prestigioso de meu estimado e estimável Ariano Suassuna. Sem empalidecer a glória deste grande escritor e animador cultural, Luís Adriano apresenta um panorama sereno de melhor equilíbro do fiel da balança. Simplesmente ao elaborar um argumentário em torno de um pós-armorial que estende singularmente e para o nosso encanto a plataforma intersemiótica do armorial até então exaltado. Por isso ele foi em São Paulo onde se desfraldou o movimento cultural nordestino na pessoalidade multiartística de um Antonio Nóbrega showman: animador, poeta, cantor, instrumentista, músico, dançarino, empresário de sucesso. Há quem contestará talvez a expressão pós-armorial. Talvez por não reconhecer que passando da modernidade à pós-modernidade, a modernidade não morreu, e que focalizar a pós-graduação não é decapitar a graduação. Ambas realidades são ramos do mesmo tronco: a humanidade e a cultura marchando rumo a uma utopia sempre para ser encontrada”.
Sébastien Joachim

“Então, era onde eu ia testando as minhas ideias, uma ideia de coalisão dessas duas linhas de tempo. O que é que me interessava nessa linha de tempo que chamo de Mátria e o que é que me interessava nessa linha do tempo Pátria? Era criar uma situação de fricção, de complementaridade que gerasse uma terceira via. [...] Então é isso que eu venho tentando e é isso que eu busco refletir em grau máximo com o meu espetáculo Húmus.”
Antonio Nóbrega

“O trabalho de Antonio Nóbrega surgiu no contexto do movimento, mas após seu desligamento do Quinteto Armorial e sua transferência para São Paulo, no início da década de 1980, foi se expandindo em direções inesperadas. [...] Luís Adriano demonstra que o trabalho de Nóbrega é o mais consistente dos que se sucederam ao movimento deflagrado por Ariano Suassuna no Recife, no começo dos anos 1970.”
Braulio Tavares

Dos leitores, chamo a atenção para esta “obra aberta”, disponível para a troca de opiniões. Previno os mais exigentes: este texto não padece de qualquer formalismo por vezes presente nas produções acadêmicas. Em lugar de uma “tese pronta”, aqui se encontram antíteses que buscam e provocam.
Habilmente, Luís Adriano coloca seu enredo na bacia disposta no meio da sala de reboco. Repleta de conceitos novos e velhos, como: cultura, armorial, pós-armorial, produção artística, dentre outros.
Com segurança e bom humor o autor escolheu o versátil Antonio Carlos Nóbrega como exemplo do artista que todo professor tem de ser, se quer traduzir, de forma dinâmica e brincante, leia-se dialética –, a sua mensagem. Nóbrega se converte em objeto e sujeito de sua mensagem dançante. O texto apela para a filosofia com a finalidade de identificar, admirar e até espantar-se face à dança dos significantes que falam de um significado. O autor trabalha de maneira estimulante e aprofundada, identificando o “húmus” sempre presente na obra de arte.
O professor Luiz Antônio Mousinho, membro da banca examinadora da tese (ora traduzida em livro), define com alegria este texto como “uma obra de estilo”. Trata-se do resultado “de um esforço crítico”.
Um texto isento de qualquer interferência preconceituosa. Livre, criativo e original. Esta obra faz ver que ritmos, contornos, evoluções são falas que emanam do signo Nóbrega como um sinal de mu-danças. Todo signo supõe outros significantes que apelam para outros significados. Não há signo pronto, acabado.
Mousinho fala dessa semente como um trabalho “empreendido com elegância e profundidade pela escrita estimulante de Luís Adriano”.
Será a sua leitura que enriquecerá a atribuirá novos significados, não menos elegantes e férteis.
Só falta você entrar na dança!
Severino Gomes de Sousa Filho (Biu)

Luís Adriano M. Costa é pernambucano da cidade de Garanhuns. Graduado em Comunicação Social e Licenciatura em Letras, tem doutorado em Literatura e Interculturalidade pela Universidade Estadual da Paraíba, onde é professor do Departamento de Comunicação Social. Autor do livro Antonio Carlos Nóbrega em acordes e textos armoriais (2011), atua nas áreas de Comunicação, Literatura e suas interfaces, com ênfase nos estudos do armorial, cultura e música popular, desenvolvendo pesquisas em torno das manifestações culturais e artísticas na contemporaneidade e a relação desses sistemas com os suportes midiáticos.

Comentários
Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (7)
América Latina (50)
Anarquismo (8)
Antropologia (15)
Automotivação (29)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (73)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (80)
Cinema (3)
Coleção Debate Social (3)
Coleção Jornalismo Audiovisual (8)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (7)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (5)
Comunicação / Jornalismo (186)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (29)
Cultura (9)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (72)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (28)
Educação (97)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (22)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (13)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (146)
Humor (3)
Infantojuvenil (11)
Jornalismo (12)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (36)
Literatura (123)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (64)
Política (52)
Psicologia (13)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (11)
Religiosidades (16)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (11)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (7)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (6)
Série Jovens Pesquisadores (1)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Palavra de Mulher (5)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (38)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (8)
Urbanismo (6)
VESTIBULAR-> (5)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro