Era uma vez, nos Açores, Editora Insular

R$30,00

Era uma vez, nos Açores
[14 X 21 cm]

Era uma vez, nos Açores
Autores: Jandyr Côrte Real, Joares Carlos Ponticelli

ISBN: 978-85-7474-370-7

Páginas: 112

Peso: 180g

Ano: 2007

Uma reportagem sobre Política nos tempos da emigração

Li, com interesse, curiosidade e deleite, Era uma vez, nos Açores, de Jandyr Côrte Real e Joares Carlos Ponticelli, atento à advertência, em forma de subtítulo, de que se trata de “uma reportagem sobre a política nos tempos da emigração”. Encaminhando-me os originais, os autores surpreenderam-me com o honroso convite para escrever-lhes o prefácio. Sim, foi com interesse, curiosidade e deleite que li os originais. O interesse nasceu do tema. Afinal, nestas plagas que vão para além de Manezópolis, batidas pelo “velho vento vagabundo”, nossa maneira de ser, nossas tradições, nossa cultura, nosso folclore – popular e político – nosso próprio temperamento, nossa índole, “nosso dialeto”, nossa maneira de fazer política e tratar a res publica – tudo denuncia o DNA de genuínos herdeiros da “diáspora luso-açoriana”, de que, afinal, trata o livro. Sob esta ótica, poder-se-ia defini-lo como interesse genérico, calcado em tantas vertentes. Mas há também, digamos, o interesse específico, da parte de qualquer cidadão minimamente consciente, em perquirir, na esfera pública, a gênese de nossos costumes e instituições políticas, a partir das velhas construções de antanho, do povo dos Açores e Madeira. Pois! Já a curiosidade brotou desse toque de originalidade de opção metodológica. Desculpem. Soa pedante essa estória de “opção metodológica”. O que quero dizer, sem delongas, é que o toque de curiosidade tem origem na própria epígrafe, no subtítulo, que expõe o claro propósito dos autores, de produzir uma reportagem sobre a política nos tempos da emigração. Porque, convenhamos, não bastava serem talentosos escritores, era preciso ser também um jornalista e um professor competentes e ousados, para escrever História – com H maiúsculo – como quem se defrontasse com um tema banal, pautado pelo editor ou pelo educador para preencher um espaço ocioso, e se dispusessem, assim mesmo, a partir dele, a produzir um trabalho jornalístico e educativo de fôlego, uma grande reportagem instrutiva. Mas o tema não é banal e a decisão não foi de um hipotético editor ou educador. Foi do jornalista-historiador Jandyr Côrte Real e do professor Joares Carlos Ponticelli. E o resultado foi um trabalho primoroso, que os coloca, sem favor nenhum, ao lado de nomes ilustres da nossa historiografia. Numa galeria respeitável e veneranda. Boiteux, Cabral, Piazza... para não falar dos registros encontrados em museus e bibliotecas européias sobre navegadores que vasculharam este rincão que um comandante russo apelidou de “Jardim do Brasil”, cujo povo era – dizia ele – preguiçoso mas hospitaleiro! Outrossim, vale lembrar que a história dos povos, como a do comum dos mortais, não se tece de lances napoleônicos, monumentais, grandiloqüentes, mas do dia-a-dia, do lugar-comum, da mesmice monocórdia quebrada de longe em longe por um acontecimento exponencial. Assim foi a história da nossa ancestralidade, reproduzida, contudo, no ritmo de uma reportagem! Eis aí a proeza. A manifestação do talento de Jandyr Côrte Real e Joares Carlos Ponticelli. Por fim, o deleite. A leitura deste livro é uma viagem ao passado, um reencontro com as origens, o eco da nossa História, nos dois lados do Atlântico. Lá, a dispersão, a diáspora, minuciosamente explicitada ao longo da “reportagem”. Aqui, o reencontro, a re-união, depois, a perpetuação da travessia transatlântica através do tempo, a partir de pequenos núcleos com a mesma língua, as mesmas tradições, a mesma fé, a mesma saudade dilacerando o coração. Mas, se valer o paralelo, tal como os hebreus no cativeiro, chorando a saudade e o exílio, mas de olhos postos na Terra da Promissão, aqui também os fundadores deste chão souberam fazer, com engenho e arte, a sua Terra Prometida. Não voltaram mais! Parabéns a Jandyr Côrte Real e Joares Carlos Ponticelli. Parabéns à Assembléia Legislativa do Estado, que apoiou o projeto, viabilizando-o nesta obra preciosa. Que venham outras. Muitas outras.
Paulo Leonardo Medeiros Vieira

Florianópolis, 12 de outubro de 2007

Comentários

Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (7)
América Latina (47)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (27)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (4)
Biografia (71)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (76)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (3)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (7)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (5)
Comunicação / Jornalismo (180)
Contestado (12)
Contos (27)
Crônica (29)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (69)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (92)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (22)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (64)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (144)
Humor (3)
Infantojuvenil (11)
Jornalismo (12)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (36)
Literatura (123)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (62)
Política (48)
Psicologia (12)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (11)
Religiosidades (16)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (11)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (13)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Jovens Pesquisadores (1)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Palavra de Mulher (1)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (37)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro