Critérios de noticiabilidade: problemas conceituais e aplicações, Editora Insular

R$39,00

Critérios de noticiabilidade: problemas conceituais e aplicações
[15 x 21cm]

Critérios de noticiabilidade: problemas conceituais e aplicações
Atenção

Devido a grande procura do livro Critérios de noticiabilidade no momento não temos disponível.
Envie mensagem para editora@insular.com.br e peça para reservar seu exemplar.

Em breve novamente disponível para venda na loja virtual.

Organizadores: Gislene Silva
Marcos Paulo da Silva
Mario Luiz Fernandes

ISBN: 978-85-7474-735-4
Páginas: 240 il.
Peso: 350g
Ano: 2014
Capa e projeto gráfico: Valmor Fritsche

Este livro, de autoria coletiva, nasce da constatação de que existe no Brasil uma carência de publicações específicas sobre o conceito de noticiabilidade. Uma das concepções mais caras aos estudos teóricos do jornalismo, a ideia da noticiabilidade – ou, mais particularmente, o reconhecimento de que existem parâmetros que levam determinados fatos a receber uma valoração jornalística diferenciada no amplo conjunto dos acontecimentos cotidianos – é muitas vezes abordada de forma descontextualizada da complexidade de sua natureza conceitual. Perguntas-chave que envolvem o assunto passam não raramente despercebidas ou são negligenciadas: o que são critérios de noticiabilidade? Até onde vai seu campo de abrangência? Quais são suas principais diferenças e aproximações dos chamados valores-notícia?

A escassez de publicações específicas sobre o conceito de noticiabilidade contribui para uma espécie de deriva em que todos – jornalistas e teóricos – parecem saber do que se trata, mas que, ainda assim, raramente há fôlego para sistematizações consistentes sobre o assunto.

No campo acadêmico, muitas vezes o delineamento conceitual que envolve a multiplicidade de vértices da dinâmica de seleção noticiosa não é colocado de forma suficientemente clara e conceitos que se referem a problemáticas semelhantes são tratados equivocadamente como sinônimos.

No campo profissional, por seu turno, a falta de simples reconhecimento das concepções teóricas que compõem o cotidiano da construção da narrativa jornalística é sintomática de um processo mais amplo em que elementos simbólicos – e hegemônicos – são incorporados às rotinas de trabalho sem que sua identificação se torne evidente. Não parece ser mero fruto do acaso, conforme já alertara Nelson Traquina, o fato de que diversos estudos sobre o jornalismo apenas revelam que os profissionais da área têm uma enorme dificuldade em explicar o que é notícia e quais são seus critérios noticiosos para além de respostas vagas do tipo “o que é importante” ou “o que interessa ao público”.

Nesse cenário, o livro pretende contribuir para a diminuição de uma lacuna teórico-conceitual no campo acadêmico do jornalismo no Brasil. Busca-se, no restrospecto da última década, recuperar e agrupar os poucos trabalhos sobre critérios de noticiabilidade encontrados dispersos poucos trabalhos sobre critérios de noticiabilidade encontrados dispersos ou de modo fragmentário em revisões bibliográficas, reflexões ensaísticas ou estudos aplicados. Ao mesmo passo, procura-se também introduzir textos mais recentes sobre a matéria.

A coletânea estrutura-se em duas partes que visam sistematizar o conjunto de perspectivas sobre o problema central. A primeira seção de textos, Questões conceituais, inicia-se com um capítulo de Marcos Paulo da Silva a respeito dos distintos enfoques que pautam historicamente as teorias sobre a noticiabilidade. O mesmo texto lança luz sobre a concepção de desvio, padrão clássico que tem permeado o processo de seleção noticiosa ao menos desde o final do século XVII, quando o erudito alemão Tobias Peucer fez seus primeiros apontamentos sobre a questão. O segundo capítulo, de Josenildo Luiz Guerra, coloca em pauta a concepção de valor-notícia como um parâmetro de relevância utilizado pelos jornalistas na avaliação dos fatos noticiáveis. Em busca de uma definição que não se limite à operacionalidade do conceito, o autor sugere um distanciamento da ideia de critério organizacional, remetendo a um segundo nível de distinção – os chamados valores-notícia “de referência” e os valores-notícia “potenciais”.

Por sua vez, o terceiro capítulo, de autoria de Gislene Silva – reprodução de um dos mais citados textos sobre o assunto no Brasil, de 2005 –, propõe uma sistematização para os critérios de noticiabilidade com base em três diferentes instâncias: a origem, o tratamento e a visão dos fatos jornalísticos. Com base em demarcações precisas para conceitos que, embora distintos, possuem semelhante pano de fundo teórico – nominalmente, a noticiabilidade, os valores-notícia e a seleção –, o capítulo propõe uma classificação simplificada para os valores noticiosos de modo a operacionalizar as análises voltadas ao assunto. A mesma demarcação conceitual trabalhada pela autora volta à carga no quarto capítulo, momento em que Marcos Paulo da Silva, em texto de 2013, retoma o debate sobre a distinção entre as concepções de noticiabilidade, seleção noticiosa e valor-notícia, recuperando uma tradição teórica que direciona um olhar cognitivo ao primeiro termo. É também nesse ponto do livro que são novamente debatidas duas das instâncias mais referenciadas quando está em voga a tentativa de se localizar o espaço de atuação dos valores-notícia: as instâncias da seleção e da construção.

As limitações teóricas e metodológicas relacionadas aos estudos da noticiabilidade pautam o quinto capítulo, de Carlos Eduardo Franciscato, o mais antigo entre todos os textos da coletânea, de 2002. O autor problematiza alguns dos mais comuns fundamentos teóricos e metodológicos encontrados nessa área dos estudos do jornalismo e sugere um reenquadramento de tais abordagens no interior de um quadro que valoriza a complexidade e o caráter multifacetado do fenômeno. Em linha semelhante, o sexto capítulo, também de autoria de Marcos Paulo da Silva, coloca em debate a dimensão do significado social como parâmetro da noticibilidade. O texto ressalta a necessidade de entendimento dos processos de seleção e de produção noticiosa no interior de um conjunto de influências que não se limitam ao plano individual dos jornalistas ou às rotinas produtivas, propondo, ao fim, um modelo interpretativo para a questão.

A segunda seção do livro, Questões de aplicabilidade, traz estudos aplicados de noticiabilidade. Como fio condutor da obra, trata-se de uma complementação das discussões conceituais levantadas no bloco inicial. Foram agrupados cinco textos de doutores e mestres com aplicações em recortes empíricos de diferentes naturezas. Mario Luiz Fernandes inicia o debate com uma leitura sobre a questão da noticia-bilidade no plano do jornalismo local. No capítulo seguinte, Fabiane Barbosa Moreira desenvolve uma análise dos valores-notícia nos três jornais diários de maior repercussão no país: O Estado de S. Paulo,O Globo e Folha de S. Paulo. É responsabilidade de Ivan Luiz Giacomellio questionamento do universo do fotojornalismo a partir de suas interfaces possíveis com os critérios de noticiabilidade. De sua parte, Gustavo Buss promove uma aplicação da temática à lógica da sociedade da informação em rede e das indústrias noticiosas. Por último, cabe a Leonel Azevedo de Aguiar o fechamento do bloco com uma reflexão sobre noticiabilidade e ética no campo de atuação do jornalismo investigativo.

Enfim, o leitor tem em mãos uma obra pensada exclusivamente como contribuição para o campo acadêmico em um recorte que possui suas especificidades e, paradoxalmente, apresenta um escasso lastro de publicações. As discussões, evidentemente, prosseguem. Muitos são os pontos que vêm sendo pensados e aprofundados em diferentes instâncias no interior das universidades brasileiras. Grupos e projetos de pesquisa, estudos de iniciação científica, dissertações de mestrado e teses de doutorado, reflexões individuais e coletivas: novos frutos estão por amadurecer e deverão ser colhidos em futuro próximo. Como organizadores, temos a percepção de que um passo significativo está dado aqui.

Gislene Silva / UFSC
Marcos Paulo da Silva / UFMS
Mario Luiz Fernandes / UFMS
(organizadores)

Sumário

Apresentação
Prefácio / Foreword– Pamela J. Shoemaker

Parte I- Questões conceituais

CAPÍTULO 1 – Marcos Paulo da Silva .
Perspectivas históricas da análise da noticiabilidade
• O desvio como padrão clássico da noticiabilidade

CAPÍTULO 2 – Josenildo Luiz Guerra
Uma discussão sobre o conceito de valor-notícia
• Valor-notícia como expectativa da audiência
• A organização e seus critérios
• Valores-notícia de referência e valores-notícia potenciais

CAPÍTULO 3 – Gislene Silva
Para pensar critérios de noticiabilidade
• Valores notícias: atributos dos acontecimentos
• Autores-elencos de valores-notícia
• Proposta de tabela de valores-notícia para operacionalizar análises de acontecimentos noticiados ou noticiáveis

CAPÍTULO 4 – Marcos Paulo da Silva
Seleção noticiosa, critérios de noticiabilidade e valores-notícia
• Entre a seleção e a construção

CAPÍTULO 5 – Carlos Eduardo Franciscato
Limites teóricos e metodológicos nos estudos sobre a noticiabilidade
• O objeto notícia e o problema da noticiabilidade
• Dimensões da noticiabilidade
• O papel do jornalista na atribuição da noticiabilidade

CAPÍTULO 6 – Marcos Paulo da Silva
Significância social como dimensão da noticiabilidade
• Das opções individuais às estruturas socioculturais
• Proposta de um modelo interpretativo para a noticiabilidade

Parte II – Questões de Aplicabilidade

CAPÍTULO 7 – Mario Luiz Fernandes
A proximidade como critério de noticiabilidade
• A força da notícia local

CAPÍTULO 8 – Fabiane Barbosa Moreira
Os valores-notícia em O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo
• Critérios de noticiabilidade, valores-notícia e assuntos altamente Noticiáveis
• Incidência dos valores-notícia nas capas dos jornais
• O papel dos valores-notícia quando os jornais coincidem na seleção

CAPÍTULO 9 – Ivan Luiz Giacomelli
Critérios de noticiabilidade e o fotojornalismo
• Critérios de noticiabilidade no jornalismo
• Histórico e técnica do fotojornalismo
• Influência recíproca: dos critérios de noticiabilidade no fotojornalismo e do fotojornalismo na noticiabilidade jornalística

CAPÍTULO 10 – Gustavo Buss
Os critérios de noticiabilidade e a lógica da indústria de notícias
• Sociedade em rede e indústrias culturais
• Especificidades dos critérios de noticiabilidade

CAPÍTULO 11 – Leonel Azevedo de Aguiar
Critérios de noticiabilidade no jornalismo investigativo
• Newsmakinge noticiabilidade
• Jornalismo investigativo, noticiabilidade e ética

Autores/Pesquisadores

Carlos Eduardo Franciscato
Fabiane Barbosa Moreira
Gislene Silva
Gustavo Buss
Ivan Luiz Giacomelli
Josenildo Luiz Guerra
Leonel Azevedo de Aguiar
Marcos Paulo da Silva
Mario Luiz Fernandes

Comentários

Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (8)
América Latina (47)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (26)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (69)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (76)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (2)
Coleção Jornalismo Audiovisual (6)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (6)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (3)
Comunicação / Jornalismo (163)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (28)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (3)
Direito-> (65)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (94)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (16)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (24)
Gerenciamento (3)
História (144)
Humor (3)
Infantojuvenil (10)
Jornalismo (2)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (34)
Literatura (117)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (59)
Política (47)
Psicologia (11)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (12)
Religiosidades (15)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (10)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (12)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Tecnologia Social (5)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (37)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro