Jornalismo para <i>tablets</i>: pesquisa e prática, Editora Insular

R$36,00

Jornalismo para tablets: pesquisa e prática
[15 x 21cm]

Jornalismo para <i>tablets</i>: pesquisa e prática
Organizadoras: Rita Paulino e Vivian Rodrigues

ISBN: 978-85-7474-732-3
Páginas: 176 il.
Peso: 250g
Ano: 2013
Capa e projeto gráfico: Valmor Fritsche

Os avanços e a popularização das tecnologias desafiam e provocam uma revolução em todas as áreas da sociedade. No meio editorial e jornalístico, não podia ser diferente, uma revolução aconteceu nos modos de produção e novas formas de comunicar começam a surgir com o advento das tecnologias mobile.

Convivemos atualmente com um novo meio para transferir informações, os tablets. Esses equipamentos concentram possibilidades de mesclar os recursos de visualização de mídia impressa com o lado interativo da mídia online. É uma nova mídia que começa a ser explorada pela área do jornalismo. As possibilidades de apresentar um conteúdo didático interativo são inimagináveis, de tal forma que o conteúdo possa se apresentar de forma lúdica e de fácil assimilação.

Este livro faz uma dialética entre a pesquisa e a prática do uso de conteúdo interativo na área do Jornalismo. E mais importante do que aprender a prática e o processo de produção é entender as possibilidades interativas que podem tornar um conteúdo mais dinâmico e interessante. Este sim é o desafio para os jornalistas: conhecer as possibilidades do mundo digital e aplicar novas ideias em sua rotina de trabalho.

SUMÁRIO

ROGERIO CHRISTOFOLETTI - Prefácio
RITA PAULINO - Introdução

RITA PAULINO -
Conteúdo digital interativo para tablets, -ipad: uma forma híbrida de conteúdo digital

VIVIAN RODRIGUES OLIVEIRA
Uma proposta de categorias de qualidade avaliação para interfaces jornalísticas em tablets,

JULIANA GOMES, VIVIAN RODRIGUES
Zero InterativoI: uma releitura exclusiva para tablets, do jornal laboratório Zero

BÁRBARA AVRELLA, LÍVIA VIEIRA, MAICO VOGEL
Zero InterativoII: teste de usabilidade para tablets,

LÚCIO BAGGIO, LALO HOMRICH E FABÍOLA THIBES
Novas formas de radiofonia: a adaptação de um programa de rádio para tablet

MARIANA CIRÉ DE TOLEDO E MARIANE PIRES VENTURA
Sinale: uma nova concepção de revista tabletpara surdos

BRUNO DA SILVA BATISTON E GIOVANNI BATTISTA BELLO NETO
Jornalismo para tablets, : a dialética entre pesquisa e prática, experiências desenvolvidas na universidade

JOICE ANDREIA BALBOA
Arvoredo – Beleza e mistério: um processo de adaptação

GIOVANNI BELLO, LAÍS SOUZA, THAIS JORDÃO, TAYNARA MACEDO
Exposição Ticuna em Dois Tempos: experimentando no formato tablet

AMANDA MELO; BRUNO BATISTON
A importância de uma linguagem própria: um estudo de caso em tablets,

CLÁUDIA SCHAUN REIS
Publicações para tablets, : mundos na ponta dos dedos
Referências
Autores

Vire a página; ou deslize o dedo

A sala está escura e o homem permanece sentado à frente de uma mesa onde repousam velas acesas e um estranho objeto. Um livro. A época é facilmente percebida, dadas as vestes do homem, seu corte de cabelo, a iluminação precária e a própria natureza do livro. O homem parece aborrecido, apoiando seu queixo nas mãos. Está diante de um impasse. Mais bem vestido e resoluto, um segundo homem abre a porta e pergunta qual é o problema: “É esta coisa”, responde o enfadado.

Os próximos dois minutos da cena trarão o segundo homem “ensinando” o primeiro a como mexer naquele desconhecido aparato. Abrir o volume, fechá-lo, virar suas páginas. Os comandos também passam pela sequência correta de leitura e pela certeza de que os conteúdos permanecerão ali guardados, mesmo que se feche o livro.

Certamente, você já deve ter assistido a esse videozinho no YouTube. É uma divertida brincadeira com help desk, tutoriais e o conhecido medo de uma pessoa comum diante de uma tecnologia revolucionária. Também é certo que em algum momento da vida, você tenha agido como um dos homens da Idade Média que se deparam com este objeto transcendente, “a quem podemos devotar um amor táctil”, como já cantou Caetano Veloso em “Livros”. É o receio de como funciona, e o fascínio ao vê-lo operar.

O livro que você tem em mãos também trata de objetos igualmente fascinantes. Os tablets, nos permitem ler, assistir a vídeos, ouvir músicas, jogar, intagir com pessoas, conectar-se com universos de possibilidades. Como os velhos e ainda maravilhosos livros!

Jornalismo para tablets, , no entanto, não se resume a um mapa da mina para quem quer usar melhor a sua “tabuinha”. A meu ver, a obra cumpre dois propósitos: oferecer conteúdo sobre um tema ainda carente de bibliografia no Brasil, e aliar ensino e pesquisa. O que Rita Paulino e Vivian Rodrigues reunem nas páginas a seguir é um conjunto que pensa e explora a novidade dos tablets, . Quer dizer: refletem sobre as possibilidades de comunicação desses dispositivos móveis, relatam experiências já feitas com eles, comparam caminhos percorridos por outros curiosos, propõem novas jornadas. Na medida em que oferecem ao público um punhado de ideias, também possibilitam conhecermos o que se vem fazendo de mais atual na pesquisa aplicada sobre jornalismo e tablets, .

Mas é importante também ressaltar que a maior parte dos capítulos que compõem esse volume surgiram nas salas de aula da graduação e da pós-graduação, num autêntico movimento que aglutinava gente interessada pelas maravilhas que essas “tabuinhas” podem fazer. As organizadoras souberam não apenas incentivar os demais autores a relatarem – com transparência e generosidade – seus achados, mas também conseguiram extrair as melhores parcelas de algo inapreensível, mas também muito mágico: o conhecimento, originado do trabalho árduo de estudo e de aplicação.

Nem me atrevo a discutir aqui o futuro dos tablets, ou dos livros. Isso pouco importaria para o momento. Mais relevante é percorrer com os autores as trilhas deixadas ao longo das próximas páginas. Elas podem inspirar novos trabalhos, incentivar na busca de algumas linguagens, perseguir outros sentidos.

Você não tem um tablet ainda? Isso também pouco importa. No final das contas, os autores não estão preocupados com telas e botões, mas com algo que – isso sim! – é essencial: a leitura; e por extensão a escrita, a produção de novos códigos e significados. A indústria da tecnologia pode Jornalismo para tablets, : pesquisa e prática colocar no mercado muitos aparelhos modernos, mas esses tablets, vão se ocupar dos gestos mais fundamentais de nossa história cognitiva: ler e escrever. Todo o resto será embalagem...

Ademais, é muito possível que daqui a pouquíssimo tempo essa mesma indústria mostre como os dispositivos de hoje são primitivos. Natural que isso aconteça. No videozinho da Idade Média, após aprender o funcionamento do livro, o primeiro homem comentou com algum desdém: “Comparando com um pergaminho, leva mais tempo virando a página”. Quem diria?! Ele ultrapassara a fronteira da ignorância, e novos horizontes se descortinavam bem diante de seus olhos.

Rogério Christofoletti
Professor do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC

Comentários

Categorias
Administração (29)
Administração Universitária (11)
Agronomia (8)
América Latina (47)
Anarquismo (8)
Antropologia (14)
Automotivação (26)
Avaliação Universitária (16)
Biblioteconomia / Ciência da Informação (5)
Biografia (69)
Biologia (5)
Ciências Sociais-> (76)
Cinema (2)
Coleção Debate Social (2)
Coleção Jornalismo Audiovisual (7)
Coleção Jornalismo e Acontecimento (4)
Coleção Jung sai pra rua (2)
Coleção Linguística (5)
Coleção Pátria Grande (6)
Coleção Pedrinho (3)
Coleção Pensadores da Pátria Grande (4)
Coleção Segurança Pública (3)
Comunicação / Jornalismo (169)
Contestado (12)
Contos (26)
Crônica (28)
Cultura (5)
Desenvolvimento Regional (4)
Direito-> (67)
Ecologia / Meio Ambiente (32)
Economia (26)
Educação (95)
Enfermagem (3)
Engenharia / Arquitetura-> (16)
Espiritualismo (15)
Esporte (10)
Estudos Culturais (12)
Estudos em Jornalismo e Mídia (9)
Ficção Cientifíca (6)
Filosofia (9)
Florianópolis / Santa Catarina (63)
Futebol (8)
Geografia (26)
Gerenciamento (3)
História (144)
Humor (3)
Infantojuvenil (10)
Jornalismo (5)
Jornalismo/crônicas (3)
Linguística (35)
Literatura (118)
Matemática (3)
Neurolinguística (1)
Nutrição (6)
Permacultura (1)
Poesia (59)
Política (47)
Psicologia (11)
Radiotividade (2)
Relações Internacionais (11)
Religiosidades (15)
Romance (36)
Saúde (23)
Segunda Guerra Mundial (6)
Segurança Pública (10)
Série Comunicação Audiovisual (2)
Série Construindo a Tradução (2)
Série Estudos Culturais (6)
Série Estudos de Língua de Sinais (3)
Série Jornalismo a Rigor (12)
Série Jornalismo e Sociedade (5)
Série Mundos Paralelos (2)
Série Tecnologia Social (6)
Serviço Social (4)
Sociologia-> (36)
Tecnologia Social (3)
Teoria da Decisão (1)
Transporte (4)
Urbanismo (5)
VESTIBULAR-> (7)
Pesquisa rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar livros.
Pesquisa avançada
Compartilhar o livro